25 de set de 2010

Crítica ao Palco Alternativo

Sabemos que toda obra feita à Deus o mais importante é que Ele receba e se agrade, porém a crítica que faço é ao palco alternativo do congresso de jovens do Templo Central. Fomos a ultima banda a tocar e mais uma vez o palco alternativo deixou a desejar, quando chegamos, a qualidade sonora do evento estava de parabéns, porem algo bom só é bom quando termina bom, e nao foi o que aconteceu.
Eu (André Jr) que sou baterita da banda, senti mais uma vez e pude comprovar que o palco alternativo não tem a atenção que merece, a bateria como sempre é precária e sucateada, prefiro nem descreve-la, não tinha um retorno adequado apesar de todo equipamento que havia disponível, os microfones falharam e o pior é que todos tem uma desculpa, e temos que fingir que aceitamos. Não somos famosos, não somos conhecidos, mas o que quero frizar é:"Mas, como fomos aprovados de Deus para que o evangelho nos fosse confiado, assim falamos, não como para agradar aos homens, mas a Deus, que prova os nossos corações. 1Ts-2.4" Peço respeito e profissionalismo com aqueles que querem dar o seu melhor a Deus!

Um comentário:

  1. Antes de subirmos estava tudo indo muito bem, o som estava muito bom, todos os equipamentos funcionando perfeitamente, no entanto não demorou muito e logo o microfone parou de funcionar, em seguida não escutávamos nada do que estávamos tocando, e assim terminamos de tocar a segunda música.
    Apesar de termos motivos para terminar a apresentação naquele momento continuamos tocando e o som permaneceu indo de mal a pior. Não sei se foi uma boa atitude prosseguir, mas vi que algumas pessoas continuavam ouvindo nossa música, elas estavam ainda lá próximas ao palco. Deus nos levou e permitiu que tocássemos, então ele tem um motivo que o qual eu ainda não compreendo.
    Sei que não jogam pedra na mangueira enquanto ela não dá fruto.
    Graças a Deus estamos produzindo, e as dificuldades estão surgindo e sendo superadas.

    ResponderExcluir